sexta-feira, 1 de julho de 2011

TRAMAS DA TRAIÇÃO

Algo renasce.
Algo brota.
Sentidos dormentes renascem.
O mistério, o inesperado, o irracional.
Rotina subjugada
Transgressão do moralmente permitido
O sabor do proibido
Julgamentos e conceitos
Preconceitos e pré-conceitos
Mente conturbada.
Nada de certo ou errado.
Apenas sensação.
Hormônios suprimem a razão
Corpo possuído pelo tesão.
Pode causar dor a si, pode causar dor ao outro.
Mas o agora é vida, paixão e desejo.
Transgredir, romper com o padrão.
Nada de cotidiano e provinciano.
Assume o profano e mundano.
Um toque ativa a libido
Tenciona músculos, acelera a respiração.
Despido de seus medos
Transpira, troca saliva e secreção
Possuído de luxúria, abstraído de loucura
Enlouquece, dominado pelo tremor e pelo temor.
Abraça, domina e é dominado.
Inspira aceitação e expira negação.
Contorce, geme e sussurra.
Permite, está inteiro, em comunhão.
Assassina o julgamento, vivencia o desprendimento.
Gozo e êxtase.
Com julgamento pode ser dor, culpa e morte.
Sem julgamento pode ser furor, ardor e vida.
Drama de culpados e inocentes
Tramas da Traição

Alexandre Malosti

2 comentários:

Fabiola disse...

A mais pura verdade que muitos tentam não ver..."Apenas o ato, pode ser furor, ardor e vida.
Sem julgamentos, simplesmente saborosa."...Viva a Vida!!!
Alê vc mais uma vez arrasando com suas palavras e mostranto verdades escondidas nos olhos das pessoas...Parabéns!!!

Alexandre Malosti disse...

Fabiola, que comentário delicioso. Você entendeu perfeitamente o que quis com esse post, não estou fazendo apologia a traição, o foco do post não é esse.. Mas sim o acordar das pessoas quando acabam cometendo esse ato, e claro não estou falando também dos traidores de carteirinha, que já são habituados a esse hábito. Beijos e obrigado pelo comentário.