domingo, 6 de novembro de 2011

O BANQUETE

Ontem fui a um banquete.
Mesa farta, cheia de ideias, alegrias, criatividade e manjares. Manjares de gente, dos deuses e de lírio. Só risos entre uma tequila e outra. Uma torre de babel que deu certo. Piadas, trabalho, poesia, cinema, teatro, cerâmica, política, fofocas, besteirol, tudo junto e misturado. Muitos amigos, alguns novos, outros de décadas, futuros amigos.  
Coisas estranhas também aconteceram durante o banquete. Baixou a Tetê, o Cazuza e até o Seguilha, encenação curiosa e divertida. No ritual da tequila atrapalhado quase engoliram o limão, copos de água embebedavam meu vizinho, as pessoas que estavam na ponta da mesa falavam entre si pelo celular, a distância era longa e não era possível a comunicação. Descobri que era casado, tinha um filho e que era cotado para atividades políticas. Banquete de insanidades.
Os sentados à mesa eram bem heterogêneos. Idades, interesses, atividades e gostos. Mundos diferentes que se encontraram, compartilharam e partilharam. Essa diversidade toda foi harmônica e enriqueceu ainda mais o banquete.
Ah, teve também a Tê do nosso querido João, que declamou poesia antes da partida. E o bolo da Tati, glicose necessária que adoçou a todos.
Não contei quantas bocas, pares de olhos e pernas, quantas cadeiras e o comprimento da mesa, sei que foram números consideráveis. Lembro-me de um par de pés descalços que chegou tímido, sem jeito e contagiou a todos com sua energia. Os ausentes também foram lembrados e fizeram-se presentes.
A bela noite era de festa, estavam festejando o nascimento dos “A.A.A.” Nada a ver com alcoólicos anônimos, não no nome. Esse encontro gostoso, embora cheio de escorpiões, celebrou os aniversariantes da noite: Alexandre, Alessandro e Ana Paula.
Saboroso banquete.
Obrigado a todos pela noite especial.
Minha cabeça hoje pulsa, pulsa, pulsa...  Não me recordo de tudo, de todos os detalhes. Se você esteve nesse banquete de manjares e lírios e tem algo mais a dizer, deixe seu comentário.
Alexandre Malosti

10 comentários:

Anônimo disse...

Um banquete que pude saborear, embora chegasse perto fim, mas que fim? Apenas foi o começo de novos e possíveis banquetes...esse, porém, sobreviveu as insanidades momentâneas, divertidas e com possibilidades de novas histórias; digo que não cheguei tarde, cheguei no momento certo, para dar continuidade a noite DIVINA que nos foi presenteada...Obrigada Lê,Ana por me permitirem saborear requintado buffet...Bjos da Jacque.

Lucimara Fernandes disse...

Oi Ale,
Parabéns pelo aniversário, pela festa e pelo texto!
Realmente, a noite de ontem foi especial, da qual tive imenso prazer em participar!
O casamento também foi uma surpresa para mim... Mas o legal foi descobrir que existem outras formas de casamento, nada convencionais, que podem dar certo e gerar bons frutos, como o nosso filho... Desejo que esta união seja eterna e ainda nos traga bons furtos!
Te amo, meu querido!
Beijos da sua esposa... rs

Alexandre Malosti disse...

Jacqueline que delicia.... noite maravilhosa.... insanidades sadias e gostosas..... E assim vamos vivendo... beijos e obrigado

Alexandre Malosti disse...

Lu minha mais nova esposa. kkkkkk essa parceria já está consolidada... e com certeza muitos frutos virao.... Beijos e obrigado pelo carinho...

MÁRCIO VACCARI disse...

Foi uma Noitada inesquecível e essa inesquecível Noitada foi sublimada e eternizada com essa crônica primorosa. Alexandre, meu querido... Tú sabes das coisas!! Grande abraço.

Alexandre Malosti disse...

Grande Vaccari.. sempre generoso nos comentários.... A noite foi do car..... muito boa mesmo... obrigado pela presença.. fez a diferença nessa banquete.. show de bola.. Abraços

Maura Toledo disse...

Foi um banquete muito agradavél, divertidissímo, uma noite maravilhosa.....muito obrigada por me convidar para fazer parte desse dia....bjos

Alexandre Malosti disse...

Maura nós do AAA é que temos que agradecer a presença desse casal animado.... foi muito gostoso.... e teremos muitas outras... obrigado.. beijos

Anônimo disse...

Que lindo banquete. Ele era você! Uma energia amorosa tocava sua música. Que grande sinfonia é você! Tudo ali era benção te abraçando. Havia uma dança, um movimento de amor e amizade acontecendo, tocando seu ritmo, te revelando num lindo acorde. Uma sinfonia compõe o seu nome. Ela vem do alto e te inaugura sempre. Te faz ser sol de muitos raios. De todos nós. TE Amamos, Teresa e João. Parabéns todos os dias.

Alexandre Malosti disse...

Teresa e João.... muito obrigado.... A noite foi incrível... graças aos convidados do banquete que fizeram tudo ficar tão agradável.... Obrigado mais uma vez por essa amizade... Abraços